Coordenadas pela pesquisadora Hirdan Costa, obras foram lançadas em evento online na última quarta-feira.

Na última quarta-feira (14/4), o RCGILex, ligado ao Fapesp Shell Research Centre for Gas Innovation (RCGI), promoveu o lançamento dos livros “Quarta Revolução Industrial e o Estado Brasileiro”, de autoria da professora Hirdan Katarina de Medeiros Costa, do Instituto de Energia e Ambiente da USP, e “Transição Energética, Justiça Geracional e Mudanças Climáticas”, coordenado por Costa com a participação diversos autores, entre eles os professores Edmilson Moutinho dos Santos, Ildo Luís Sauer, Marilda Rosado de Sá Ribeiro e Ana Carolina Leister.

O primeiro livro fala sobre a 4ª revolução industrial e o conjunto de tecnologias digitais, físicas e biológicas que a envolve, além do histórico das demais revoluções industriais. Na obra, Hirdan Costa traz argumentos favoráveis à criação de um ambiente jurídico de apoio à Ciência, Tecnologia e Inovação, de modo que o Estado elimine restrições e incentive o aprimoramento dos respectivos marcos legais. A autora aponta que o desenvolvimento de países como Estados Unidos, Alemanha e Japão prova como um ambiente nacional favorável pode estimular a inovação. Como estudo de caso, ela explora o RCGI, que é um centro de pesquisa financiado pela FAPESP e Shell. Trata-se do modelo conhecido como hélice tríplice, no qual a inovação ocorre pela interação entre universidade/academia, empresa e governo.

A segunda obra é uma coletânea de capítulos de diversos autores que discorrem sobre a transição energética, mudanças climáticas e economia de baixo carbono. O livro aborda transições energéticas anteriores, como a do carvão para o petróleo; mudanças climáticas provocadas pela emissão de gases do efeito estufa; a aplicabilidade da transição energética no Brasil e o cumprimento do Acordo de Paris; participações governamentais e justiça energética; aspectos tributários da transição energética; o gás natural liquefeito (GNL) como alternativa de energia limpa; entre outros tópicos. A obra também traz um debate das perspectivas após o impacto da pandemia de Covid-19. Uma das questões é se a crise sanitária tem mais potencial para acelerar ou retardar a mudança energética.

Sobre o RCGILex – Trata-se de uma plataforma ligada ao Fapesp Shell Research Centre For Gas Innovation (RCGI), iniciativa que reúne cerca de 400 pesquisadores com estudos sobre o uso sustentável do gás natural, biogás, hidrogénio, gestão, transporte, armazenamento e aplicações de CO2. O RCGILex foi criado para analisar os marcos legais e regulatórios aplicados ao setor brasileiro de gás natural, especificamente no estado de São Paulo, bem como incentivar discussões entre os principais especialistas em gás natural no Brasil.

 

Serviço

Os livros estão disponíveis para compra no site da Editora Lumen Juris, por meio dos links abaixo: