CARBON GEOLOGICAL STORAGE IN BRAZIL: PERSPECTIVES FOR CCS IN UNCONVENTIONAL PETROLEUM RESERVOIRS OF ONSHORE PARANÁ SEDIMENTARY BASIN AND IN TURBIDITES FROM OFFSHORE SEDIMENTARY BASINS IN SOUTHEAST BRAZIL.

This project aims to evaluate the feasibility of implementing the carbon geological storage (CGS) technology in unconventional petroleum reservoirs in order to contribute to CO2 abatement in the southeast region of Brazil, which concentrates the major carbon emission sources within the country.

The unconventional reservoirs are represented by:(1) shale formations from the Paraná Sedimentary Basin, and (2) ultra-deep water reservoirs, analysing the turbidite deposits from Santos Basin.

The Project deals with to test the hypothesis that shales, rich in organic matter, can adsorb significant amounts of CO2 at the same time as gas and / or oil production would occur and that turbidites and oil reservoir rocks can also adsorb CO2 in capacity compatible with the quantity released in the pre-salt gas and oil production activities. From this project the potential and feasibility of CO2 storage, through a geological aspects, of the studied rock formations can be estimated and evaluate.

Escopo em português

ARMAZENAMENTO DE CARBONO EM RESERVATÓRIOS GEOLÓGICOS NO BRASIL: PERSPECTIVAS PARA CCS EM RESERVATÓRIOS DE PETRÓLEO NÃO CONVENCIONAIS “ONSHORE” E DE BACIAS SEDIMENTARES “OFFSHORE” DO SUDESTE DO BRASIL

O projeto tem por objetivo avaliar a viabilidade de implementar tecnologia para armazenamento de carbono em reservatórios de petróleo não convencionais “onshore” e daqueles associados às bacias sedimentares offshore da região sudeste do Brasil com a finalidade de contribuir para a redução de CO2, na área que concentra a maior parte das fontes de emissão de carbono do país. Este projeto visa testar a hipótese de que folhelhos ricos em matéria orgânica podem adsorver quantidades significantes de CO2 ao mesmo tempo em que ocorreria ou não a produção de gás e/ou óleo e de que turbiditos e rochas carbonatadas, como aqueles das bacias de Santos e/ou Campos, também possam adsorver CO2 em capacidade compatível com a quantidade liberada nas atividades de produção de gás e óleo do pré-Sal. A partir deste projeto poderá ser estimado o potencial de sequestro de CO2 das rochas aqui estudadas.

TEAM

Colombo Celso Gaeta Tassinari (IEE/USP)
Project Coordinator

Edmilson Moutinho dos Santos
Claudio Riccomini
Fabio Taioli
Carlos Henrique Grohmann Carvalho
Lucy Gomes Sant’Anna
Celio Berman
Ligia Vizeu Barroso