ESTIMATION OF PRICE ELASTICITIES AND INCOME OF NATURAL GAS IN BRAZIL

The objective of this research is to undertake econometric estimate of price elasticity and income elasticity for demand for natural gas in Brazil. The work will pay special attention to the industrial sector of the country, which has been responsible for over 60% of total firm Brazilian natural gas consumption, but also factor in the recent change in the electricity generation mix, including a higher share of thermo plants. Terms of reducing carbon emissions to promote reductions mainly by switching to lower carbon alternatives will be considered for possible scenarios. To estimate price and income elasticities for Brazilian demand NG in several segments, the project will apply econometric tools. The main objective is to examine how demand reacts to increase / decrease in energy prices and disposable income. The modeling and analysis and take into account the dynamics and the prospects for increased international pressure to reduce emissions and the Brazilian short and long-term prospects for electricity generation.

Escopo em português

ESTIMATIVA DE ELASTICIDADES PREÇO E RENDA DO GÁS NATURAL NO BRASIL

O objetivo principal desta pesquisa consiste em proceder a estimativa e a análise da demanda por gás natural (GN) no país. Para isso se utilizará de algumas ferramentas, partindo da análise econométrica da “elasticidade-preço” e da “elasticidade-renda” da demanda de GN. A pesquisa também tem como meta analisar as “elasticidades-cruzadas” da demanda por GN em relação a alguns de seus principais substitutos no país, como o óleo combustível, o Diesel, e, em alguns casos, a energia elétrica, ou mesmo o etanol no caso do segmento de gás natural veicular (GNV). O trabalho prestará especial atenção à demanda por GN do segmento industrial, o qual tem sido responsável historicamente por mais de 50% do consumo total “firme” de GN no país, mas também analisará os efeitos da recente mudança na geração de eletricidade que incluiu uma participação crescente de plantas termelétricas, as quais levaram a demanda por GN do segmento de geração de energia elétrica a ultrapassar aquela do segmento industrial nos últimos anos. Como o GN é uma fonte de energia menos emissora de gases de efeito estufa do que as demais fontes fósseis, a utilização do gás natural em substituição a tais fontes pode trazer significativa contribuição à luta contra as mudanças climáticas. Neste contexto, a análise levará em conta cenários de aumento da pressão internacional para a redução das emissões na produção de bens e serviços.

TEAM

Virginia Parente (IEE-USP)
Project Coordinator

Marcio Issao Nakane (FEA-USP)

Partners

Universidade da Virgínia /UVa

Colorado School of Mines

Oteko